Meia de Compressão Azul - SL3

Por: R$ 148,00ou X de

ou com de desconto
no débito ou boleto

Descrição Curta

10% À Vista

ComprarComprar

Compra 100% Segura

Informações do Produto


As meias de compressão SLS3 desempenham um importante papel, pois atuam no aumento do fluxo sanguíneo em cerca de 34%, o que contribui para uma maior oferta de oxigênio para os músculos em atividade, resultando na melhora da performance do atleta.



A melhora na circulação (Fluxo Sanguíneo), além de beneficiar o transporte de nutrientes para as células dos músculos, também ajuda o organismo a eliminar resíduos metabólicos, como o ácido láctico. A combinação destes efeitos permite que você trabalhe mais forte e por um período mais longo.



As meias de compressão SLS3 proporcionam apoio significativo para o tendão de Aquiles, a tíbia, a panturrilha e o tornozelo, o que aumenta a probabilidade em reduzir lesões comuns em tornozelos e pés, sem contar que seu efeito de suporte e compressão reduz drasticamente a vibração muscular, o que leva a prevenir os danos nos tecidos moles e a diminuir as dores musculares posteriores as atividades prolongadas e/ouestafantes.



Composição: em malha, 70% Polypropileno, 20% Nylon e 10% Spandex.




  • 20-30 mmHg de compressão graduada


  • Aumento do fluxo sanguíneo


  • Estabilidade muscular


  • 300 x menor absorção de água através de materiais de qualidade superior


  • Efeito de resfriamento e proteção ultra violeta




Especificações:







COMO FUNCIONAM OS ARTIGOS (ROUPAS) DE COMPRESSÃO? 



0s benefícios das roupas de compressão já foram comprovados clinicamente há muitos anos. Amplamente utilizadas por pacientes inativos, assim como por viajantes durante vôos de longa duração com indicação médica para prevenir trombose, um dos principais e mais conhecidos itens de compressão, as meias de compressão, fornecem um melhor índice de fluxo sanguíneo no sistema venoso, diminuindo dessa maneira a pressão no sistema venoso, proporcionando um retorno de sangue venoso mais alto ao coração.





As vestimentas de compressão proporcionam uma pressão exterior nos músculos, o que melhora o fluxo sanguíneo nos músculos e tecido conjuntivo adjacente. A condição prévia para oxigenação ideal e provisão de nutrientes para as células do músculo é um fluxo sanguíneo essencialmente regular. Esse fluxo regular é dificil de se realizar ao ficar de pé em posição ereta ou até mesmo ao ficarem numa mesma posição por um período prolongado, onde mecanismos diferentes e variados tem que dar apoio ao retorno de sangue ao coração, o que se faz importantíssimo, pois 85% do volume fluido do corpo se acha no sistema venoso.





A pressão mecânica externa que as roupas de compressão proporcionam causam uma redistribuição do volume de superfície ao sistema venoso profundo o que resulta em um aumento nos índices do fluxo no sistema venoso profundo, evitando um acúmulo e proporcionando uma maior e mais rápida eliminação de ácido lático, além de proporcionar um melhor estoque de oxigênio nos músculos, o que, indiscutivelmente proporciona um melhor desempenho.





Ao praticar atividades como por exemplo ciclismo, corrida, futebol, tênis, esqui e etc..., um outro efeito é adicionado: dentro das veias existem válvulas venosas localizadas em intervalos regulares. Criadas em pares, essas válvulas previnem qualquer retorno venoso na direção das extremidades (pernas) o que acontece entre cada batimento cardíaco. Nesse mesmo momento, as veias estão sendo comprimidas por força da contração múscular, o que ocasiona no transporte de um volume de sangue de uma válvula venosa para outra em direção ao coração.





Durante este evento, esse mecanismo é prejudicado ou sobrecarregado pela prática da atividade física, as veias expandem o que faz as válvulas venosas se tornarem insuficientes, limitando sua funcionalidade o que ocasiona a fadiga, o inchaço e uma sensação de "queimação e pernas pesadas". Aumentando-se o retorno venoso para o coração significa em contrário aumentar o potencial no coração em si, e portanto, mais fornecimento de oxigênio e de sangue na periferia.





Em que você deve prestar atenção?



Baseado em diversos testes e estudos científicos, o uso de compressão em esportes só é útil se o fluxo de pressão anatomicamente é combinado. Isto quer dizer que a compressão deve ser mais forte nos tornozelos e deve gradativamente ir diminuindo no sentido superior, com menor compressão sobre o joelho e à coxa. Isto é chamado "compressão graduada". Para meias de compressão, tornozeleiras ou calças de compressão um alcance de pressão de 20-30mmHg no tornozelo foi considerado ideal.







O que nós da SLS3 aprendemos?



De acordo com nossa pesquisa que se baseou nos resultados de 37 estudos internacionais sobre o uso de compressão em atletismo, o benefício pelo uso de peças de compressão durante a prática do esporte se dará:




  1. Para melhorar a força máxima, desempenho de corrida e salto em termos de impulsão,


  2. Para influenciar sua ingestão de oxigênio e evitar o acúmulo de ácido lático (melhora de resistência),


  3. Para aumentar sua força.



No que tange ao uso de compressão para recuperação você deve saber que:




  1. A concentração de ácido lático tende a ir embora mais rápido com o uso de compressão,


  2. Dor muscular e inchaço é reduzido pelo uso da compressão,


  3. Maiores índices de recuperação em Propulsão, Sprint e desempenho explosivo durante o uso de compressão.



SLS3 - Meia de Compressão - Mantendo-se com a temperatura ideal! O material usado pela SLS3 na confecção das Meias de Compressão é projetado para manter a temperatura mais baixa quando o suor ou excesso de água seja absorvido na meia. O efeito de resfriamento fará você controlar sua temperatura corpórea, especialmente quando usado em corridas em locais extremamente quentes como o Havaí o que resulta num melhor desempenho.



SLS3 - Material - Protegido no sol! Somente os melhores e mais seguros materiais entram no processo para criação e fabricação das Meias de Compressão SLS3 e como resultado, nossos produtos possuem fator 50+ de proteção contra raios UV. 




Voltar ao topo